Lindeiros compõe grupos que discutem estratégias para o desenvolvimento do Oeste do Paraná

Câmaras técnicas mantém painel de iniciativas para estudar diferentes setores

Comunicação Lindeiros 
Transporte ferroviário e hidroviário. Fomento à cadeia produtiva. Redução de custos logísticos. Estes e outros princípios forma a somatória de objetivos para alicerçar questões cruciais em prol dos modais produtivos regionais. Tudo isso está sendo trabalhado a partir das chamadas Câmaras Técnicas do Programa Oeste em Desenvolvimento (POD), que tem entre seus membros representantes do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, tendo em vista objetivos semelhantes das entidades.

Nesta terça-feira (18), mais uma reunião da Coordenação POD foi realizada. O encontro mensal dos membros serve para alinhar ações, metas e objetivos. “Entre os destaques desta terça-feira estiveram os levantamentos, encaminhamentos e avanços das Câmaras Técnicas, compostas por grupos formados por representantes de instituições e empresas, municipais e regionais”, conforme a secretária no POD, Sandra Finkler. 

Este molde de organização fundamenta a corresponsabilidade na identificação e aproveitamento das oportunidades com superação dos desafios, assim como auxilia no fundamento dos Planos das Cadeias Produtivas e dos Eixos Estruturantes. “São iniciativas importantíssimas para uma região de alta produtividade”, observa a prefeita de Mercedes, presidente com Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Cleci Loffi.

Modais de transporte

Entre os assuntos foram apresentados os panoramas quanto a tratativas relacionadas à Ferroeste, com incentivo ao transporte ferroviário e, paralelamente, a navegação do Rio Paraná, como alternativas, ou, opção integrante dos diferentes modais. “O objetivo é diminuir o custo logístico com o transporte do que é produzido no Oeste do Paraná”, ressalta o novo integrante da coordenação do Programa Oeste em Desenvolvimento e membro do Conselho dos Lindeiros, Paulo Coppetti.

Dentre as alternativas para viabilizar maior atenção à região e seus pleitos, está uma agenda com o Governo do Estado. A intenção é sensibilizar as autoridades políticas para os benefícios em investir em alternativas mais baratas de transporte.

Aumentar o consumo da carne suína, incentivar a criação de peixes, melhorar as questões de sanidade animal e agropecuária, podem ser fatores que representem maior incremento de recursos em diversos setores produtivos do Oeste do Paraná e conquista de novos mercados. 

Câmaras Técnicas

Diferentes eixos de trabalho são implementados por intermédio das Câmaras Técnicas, do Frango, do Leite, do Peixe, do Suíno, de Infraestrutura e Logística, de Energias e de Meio Ambiente. 

Além destas iniciativas, outras ações são trabalhadas para cumprir com o objetivo de promover o desenvolvimento econômico do Oeste do Paraná por meio da sinergia das instituições e integração de iniciativas, projetos e ações, premissa do Programa Oeste em Desenvolvimento.

Cadeira no POD

A partir desta terça-feira o Conselho dos Lindeiros passa a compor uma cadeira dentro do POD, o que aumenta a representatividade para ambos os organismos. “Podemos defender causas em conjunto, usar nossa força política em busca de atender as demandas regionais”, destacou Paulo Coppetti. “Experiências da nossa região no cooperativismo e associativismo, mostram a importância da união de forças”, acrescentou a presidente dos Lindeiros, Cleci Loffi.

A proposta junto ao POD é unir forças e defender as reivindicações do Oeste do Paraná relacionados ao desenvolvimento conjunto.



author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora