Agenda de reuniões movimenta Oeste para compor de coletivos educadores municipais

Uma agenda de reuniões para diálogos de fortalecimento dos coletivos educadores municipais da Bacia do Paraná 3 (BP3), é mantida na região Oeste do Paraná. Os encontros iniciaram nesta terça-feira (11), por Medianeira e Santa Helena e terão continuidade dias 18 e 19 de julho em Santa Tereza do Oeste, Ouro Verde do Oeste e Marechal Cândido Rondon. O objetivo principal é aprimorar os conhecimentos sobre o funcionamento, importância e parcerias dos coletivos educadores nos municípios.

No primeiro dia foram envolvidos os municípios de Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, São Miguel do Iguaçu, Medianeira, Matelândia e Ramilândia. À tarde estavam convidados, Missal, Itaipulândia, Santa Helena, Entre Rios do Oeste, Pato Bragado e São José das Palmeiras.

Próximos encontros

Na próxima semana, terça-feira (18), se encontram, no período da manhã, em Santa Tereza do Oeste, Céu Azul, Vera Cruz do Oeste, Santa Tereza do Oeste, Cascavel e Diamante do Oeste. À tarde, em Ouro Verde do Oeste, a temática será apresentada para Toledo, São Pedro do Iguaçu, Ouro Verde do Oeste, Maripá e Terra Roxa. 

O cronograma de reuniões também contempla, quarta-feira (19), pela manhã, em Marechal Cândido Rondon, os municípios de Guaíra, Mundo Novo, Nova Santa Rosa, Marechal Cândido Rondon, Mercedes e Altônia. 

Conteúdo

Dentro do processo de levar informações a respeito do trabalho de educação ambiental há explanação sobre a composição, fortalecimento com vistas à inclusão de novas instituições nos coletivos educadores e demais atribuições dos entes municipais. “A iniciativa é de suma importância para o Oeste do Paraná no que tange a conscientização e elaboração de políticas públicas voltadas ao meio ambiente”, ressalta a presidente do Conselho de Desenvolvimento dos Municípios Lindeiros ao Lago de Itaipu, Cleci Loffi.

Organograma

O organograma, simplificado, é composto pelo Coletivo Educador Regional da BP3, que congrega os coletivos municipais, segundo a gerente da Divisão de Educação Ambiental da Itaipu Binacional, Leila Alberton.

Com aproximadamente 90 pessoas dos 29 municípios da BP3 a missão sequente, segundo o coordenador da Linha Ecológica, Mauri Schneider, é a identificação de instituições atuantes para combater os coletivos municipais. “Dentre os benefícios da organização estão as contribuições de Itaipu e Lindeiros que são facilitadas aos municípios”, frisa.

Divididos em núcleos para promover o diálogo mais aprofundado sobre as atividades, busca-se a convergência de forças para potencializar as ações e fortalecer o conjunto estruturante de políticas voltadas ao meio ambiente.


author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

Postar um comentário

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora