Começa o cadastro de candidatos a moradias populares em Palmas

Cadastro de cada família candidata dura em média de 15 a 20 minutos - Foto: Josiani Almeida


A Companhia Paranaense de Habitação (Cohapar), em parceria com a Prefeitura Municipal, iniciou nesta segunda-feira (08), o cadastro de famílias candidatas à moradia popular em Palmas, no Sudoeste do Paraná. O trabalho, concentrado no Centro Cultural Dom Agostionho José Sartori, é realizado das 09h da manhã às 16h da tarde, sem intervalo para almoço.

O procedimento será realizado até às 16h de sexta-feira (12), informa a assistente social Léia Benetti Hey, do escritório da Cohapar de União da Vitória. Segundo ela, qualquer pessoa, que não tenha casa própria em seu nome, poderá se cadastrar no sistema. "Os dados vão permitir um diagnóstico real da demanda por moradia popular de Palmas", explicou.

Sonho

A estagiária Luciane Eufrazio, que reside no Alto da Glória e é mãe de uma menina, conta que sonha em ter sua casa própria. "Isso será muito bom, afinal, quem não quer ter sua casa?", pergunta. "Sei que não é fácil, mas tem que tentar. Não dá para perder este tipo de oportunidade", concluiu.

"Estou com muita expectativa", conta a diarista Jaine de Paula Rodrigues, mãe de duas crianças. Ela mora em uma casa alugada na região da Vila Operária. "É um sonho que tenho, de ter minha prória casa. Não é fácil de ser escolhida, mas, vai que dá?", indagou com ar de esperança.

O aposentado por invalidez Evaldir Dias, de 56 anos, reside no bairro Hípica e acompanhou a filha, Amanda Aparecida Lima Dias, mãe de uma filha, até o Centro Cultural. "Moramos todos numa casa pequena por que ela não tem condições de pagar aluguel, que é um dinheiro que não tem volta", concluiu Evaldir.

Procedimento

A partir do cadastro, o gestor municipal terá subsídios para cobrar a construção das moradias populares. "Estas informações darão um mapeamento da real necessidade de empreendimentos habitacionais para pessoas de baixa renda em Palmas", explica a diretora de Administração Fundiária, Madeleine Sangali.

O cadastro de cada família demora em média de 15 a 20 minutos, dependendo do número de filhos. Os dados permitem dimensionar todo núcleo familiar, as características do domicilio, as formas de acesso a serviços públicos essenciais e também dados de cada um dos componentes da família.

O Centro Cultural está localizado na Avenida Clevelândia, 521, ao lado da Prefeitura, no centro de Palmas. Paralelamente ao cadastro, o Departamento de Saúde está realizando a vacinação contra a gripe Influenza, das pessoas que ainda não receberam o medicamento.

Requisitos para o cadastro

Para fazer a inscrição, é necessário o interessado deve atender os requisitos e portar os documentos listados abaixo:

Idade mínima 18 anos
RG (titular e cônjuge)
CPF (titular e cônjuge)
Certidão Nascimento (titular e conjugê)
Certidão de casamento ou de averbação de divórcio
Carteira profissional
Número do cadastro único/código familiar (se possuir)
Certidão de nascimento e CPF dos filhos
Comprovante de renda familiar (contracheque, carteira profissional, contrato de trabalho ou de declaração)
Comprovante de residência (Conta de água ou luz)

Prefeitura de Palmas (PR)
Comunicação Social
(46) 3263-7033 e (46) 3263-7000
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | Acesse o comércio de Toledo - Pr Guia Toledo