Produtores de soja sustentável se reúnem para participar de Conferência na França

Um desses produtores é a Dudy Paiva, que irá compartilhar sua história de vida

A Associação Internacional de Soja Sustentável (RTRS) realiza entre 31 de maio e 1 de junho a RT12, uma Conferência que tem como objetivo identificar soluções com foco em alcançar o processamento e a produção sustentável de soja e quais as sinergias entre as diferentes estratégias delineadas. As inscrições podem ser feitas no site: http://www.responsiblesoy.org/annual-conference/?lang=en

Produtores de associações, como a Fundação de Apoio a Pesquisa do Corredor Norte (FAPCEN), Clube Amigos da Terra de Sorriso-MT (CAT) e Grupo SLC participarão do evento, que será realizado na cidade de Lille, na França.

Um desses produtores é a agropecuarista Dudy Paiva, que irá compartilhar sua história de vida com o público presente. Sua trajetória teve início em 1978 na cidade de Sorriso-MT, quando ela e o marido decidiram investir nas terras férteis do Mato Grosso. “A cidade praticamente não existia quando chegamos. Tanto que doamos um caminhão de mudas para a arborização do município”, conta.

O meio ambiente sempre foi uma preocupação do casal, que possui mais de 450 hectares de área de preservação permanente na propriedade. Há dois anos eles fazem parte do projeto Gente que Produz e Preserva, do CAT, que viabiliza a certificação de soja de acordo com o Padrão RTRS. “A certificação é muito importante para reconhecer os produtores que estão preocupados em produzir respeitando o meio ambiente e a sociedade no entorno da propriedade”, assegura.

A Superintendente da FAPCEN, Gisela Introvini, também irá realizar uma palestra sobre o trabalho realizado com fazendas de soja sustentável na região do MATOPI. As propriedades associadas à Fundação somam 400 mil toneladas certificadas, distribuídas em 140 mil hectares. “Começamos a trabalhar com a RTRS em 2011 e percorremos mais de 50 propriedades para identificar quais poderiam entrar nos padrões de certificação. Desde então, nosso foco é apresentar para o mundo o nosso potencial produtivo”, explica.

De acordo com Cid Sanches, Consultor Externo da RTRS no Brasil, a participação de produtores é essencial para fortalecer o debate sobre o desmatamento zero e quais ferramentas estão disponíveis para melhorar a transparência do setor, principal tema do evento. “Além dos brasileiros, também haverá produtores representando associações da Argentina. Será uma oportunidade de posicionar a produção RTRS no mercado europeu. Os produtores irão trocar experiências e conhecer o trabalho desenvolvido por representantes de indústrias, traders e organizações do Brasil e da Europa”, comenta.

Programação

Realizado entre 31 de maio e 1° de junho em Lille, na França, o evento conta com palestrantes que representam os principais setores da cadeia de valor da soja. Entre eles, o professor emérito de Food Marketing da Imperial College London, David Hugues; a diretora global de sustentabilidade da Mars Petcare, Isabelle Aelvoet; o diretor de operações da Bel Group, Joost Van der Hoogte; a líder da TFA202 na América Latina, Fabíola Zerbini; o presidente da FEFAC, Ruud Tijsseens; a diretora executiva da ISEAL Alliance, Karin Kreider; o líder de sustentabilidade do Consumer Goods Forum, Igancio Gavillan; a gerente de produtos sustentáveis da Ahold Delhaize, Laura Jungmann; e o gerente de projetos da Proforest, Mike Senior.

Também participarão das Sessões Paralelas e Sessões Plenárias, os especialistas: Nicola Robinson diretora a área de compras sustentáveis da McDonald’s na Europa; Sandra de Bruin, coordenadora de projetos na GMP+ International; Olaf Brugman, gerente de sustentabilidade da Rabobank Capital Markets; Stephen Donofrio, assessor sênior na iniciativa Supply Change Forest Trends; Madeleine Eilert, gerente de fornecimento responsável na Nestlé; Gisela Introvini, superintendente da Fapcen; Emma Keller, gerente de Produtos Agrícolas no WWF UK; Juliana Lopes, diretora de sustentabilidade na AMAGGI; Lisa Rausch, pesquisadora do Centro para a Sustentabilidade e o Ambiente Globais da Universidade de Wisconsin; e Inke van der Sluijs, representante europeia da Mesa-Redonda de Óleo de Palma Sustentável. 

Sobre a RTRS

Fundada em 2006, a Associação Internacional de Soja Responsável (RTRS) é uma iniciativa internacional pioneira formada pelos principais representantes da cadeia de valor da soja, como produtores, indústria, comércio, finanças e a sociedade civil. Os atores dessas diferentes áreas se reúnem em torno de um objetivo comum, garantindo o diálogo e a tomada de decisão por consenso. A missão da entidade é promover o uso e o crescimento da produção sustentável de soja e, por meio do Padrão RTRS de Produção Responsável da Soja, aplicável mundialmente, garantir uma produção ambientalmente correta, socialmente adequada e economicamente viável. É hoje o sistema mais confiável e avançado do mercado de soja brasileiro para alcançar a sustentabilidade. Atualmente a RTRS conta com mais de 200 membros dos países do mundo inteiro. Os princípios e critérios da RTRS são o único padrão multipartes que garante o Desmatamento Zero na produção de soja responsável. 
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora