Conhecimento faz toda a diferença

Diego Krüger
Jornalista DRT 7865


Com o preço dos smarthphones, consumidor não quer que qualquer um “meta a mão” no seu aparelho celular

Há quem leve meses para pagar todas as parcelas do smarthphone, que deixou de ser “artigo de luxo” para ser uma necessidade para o consumidor. Um bom aparelho celular, os conhecidos “smartphones” que hoje em nada perdem para um computador, custa caro. E quando dá problema, em quem confiar? O problema se agrava ainda mais para o usuário quando seu aparelho perdeu a garantia, e ele se vê refém dessa situação desagradável.

É nesse momento que entra o profissional qualificado, que estudou, se aprimorou e sabe o que deve ser feito para a manutenção de um smartphone avariado. Há dois meses, quando esteve em Cascavel pela primeira vez, a turma de manutenção de smartphones e tablets organizada pela Millennium Tecnologia formou 16 novos especialistas, e teve a presença do professor Marcos Jerônimo, formado em Eletrônica, professor do Senac do Rio de Janeiro, que faz parte do Clube dos Notebooks, junto do professor José Lemes, que voltará à segunda turma na cidade.

Para Jerônimo, a especialização de quem faz um curso como a que a Millennium Tecnologia oferece, com três dias imersivos nas avarias dos aparelhos, é o que faz a diferença. “Uma das objeções que potenciais clientes nossos fazem é que existem muitos ‘técnicos’ oferecendo serviços, mas eu fiz uma pesquisa particular e descobri que a maior parte não tem formação técnica nenhuma”, revela. “No curso que oferecemos, o aluno aprende a abrir, desmontar, trocar tela e touch dos aparelhos, além de reprogramação específica de software. Muitos que se dizem ‘técnicos’, na hora de consertar uma placa, não sabe como proceder. Conta-se nos dedos os que sabem usar uma estação de solda”, argumenta.

Mas o que o aluno aprenderá? O professor explica. “Procedimentos de soldagem, uso do multímetro, reativação da bateria com fonte de bancada , desoxidação com cuba ultrassônica e mais procedimentos. O importante é que além de trocar tela touch, da troca de conector de carga , botões defeituosos e alguns componentes da placa, ele sai capacitado para consertar corretamente os aparelhos”, explica.

Além de toda a parte de hardware, o aluno aprende as “manhas” do software. “Quem estiver no curso aprenderá toda a parte de software. Mostramos os programas usados para reinstalar cada modelo de smartphones, porque é diferente de computadores, onde todos podem usar a mesma versão. Em smartphones não é assim e cada modelo precisa de um sistema que tenha sido desenvolvido para aquele aparelho. Hoje disponibilizamos no curso mais de 200 gigabites só de programas para manutenção, material que qualquer um iria levar meses para conseguir tudo”, continuou.

Nova turma
José Lemes, técnico em eletrônica especialista em smartphones e tablets e com um currículo vasto em trabalhos voltados à eletrônica e manutenções estará à frente da segunda turma em Cascavel. “Praticamente cresci em Cascavel porque sou aí da região, da cidade de Capitão Leônidas Marques. É sempre bom voltar, rever amigos e passar aquilo que a gente sabe”, disse Lemes.

Para ele, a formação e especialização de profissionais também é determinante. “existem muitos que são autodidatas, que tem desenvoltura, mas na hora de passar um diagnóstico mais preciso, não sabe. Se especializar faz toda diferença. Eu sempre cito um exemplo que diz que se usa o termos populares como ‘morte súbita’ do aparelho quando não sabe qual é o defeito. Tecnicamente, esse termo não existe. Saber medições de placas e componentes, usar fontes assimétricas, multímetro e as ferramentas certas serão o diferencial contra a concorrência”, explicou.

O professor ainda fala sobre o valor do curso, que custa R$ 1.190,00 e pode ser parcelado em até doze vezes. “O valor acaba sendo um investimento muito barato. Com duas manutenções de um celular desses tops de linha, você paga o curso. Claro que depende de cada aluno, mas te digo que o retorno é muito rápido. Temos casos de sucesso, de pessoas que mudaram de profissão depois que fizeram esse curso”, finalizou.

Com mais de 2 mil alunos formados e aulas por todo o país desde 2011, o curso passou por Cascavel em julho deste ano e agora acontecerá entre os dias 21 e 23 de outubro. O curso é para iniciantes, e qualquer pessoa que tenha força de vontade pode fazê-lo. Interessados podem acessar a página da Millennium Tecnologia na internet e no Facebook. O email para contato é comercial@millenniumtecnologia.com.br. Skype: millennium.tecnologia e pelo telefones (18)3223-2755 / (18)98170-3671 (Tim) / (18)99619-8100 (Vivo) –WhatsApp / (18)98811-3165 (Oi)

author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora