#CalaBocaDilma


Por Rachel Sheherazade

Um primeiro de maio, Dia dos Trabalhadores, sem um pronunciamento da presidente da República, eleita pelo Partido dos... trabalhadores. Triste ironia!

E porque Dilma não vai falar aos brasileiros hoje em cadeia de rádio e televisão, como sempre faz?

Ora, porque a mandatária não tem nada a dizer. Nada de relevante, nada de verdadeiro, nada de confiável, nada de promissor...

Não há boas notícias - a não ser aquelas "fabricadas" sob medida por seu governo de mentiras, mentiras essas replicadas por seus blogueiros sujos e por jornalistas prostituídos pela mesada do PT.

Uma boa notícia neste Primeiro de Maio seria a renúncia da "incompetenta", mas Sua Excelência é muito birrenta para aceitar que não passa de um zero à esquerda em seu próprio governo.

A mandatária petista terceirizou a articulação política, a nomeação de ministros, a condução da economia, e as rédeas da governança.
Dilma não passa de um triste fantoche, ora conduzida por seus caprichos, ora por sua arrogância, ora regida pela cega subserviência ao seu criador e mentor, o ex-presidente Lula, outra estrela cadente petista.

Para Renan Calheiros, uma espécie de duas caras do PMDB, ora situação, ora oposição, é ridículo a presidente da República não ter o que dizer no dia Primeiro de Maio. Segundo o presidente do Senado, "não há nada pior que a paralisia, a falta de iniciativa e o vazio. Nós conquistamos a democracia para deixar que as panelas se manifestem. Precisamos ouvir o que as panelas dizem."

Se Dilma não fala, que falem, então, os apitos, as vaias, as panelas, e, nas redes sociais, as hashtags...

Aliás, uma das frases que está sendo replicada na internet desde a meia noite é #CalaBocaDilma.


Pelo visto, a mandatária não vai se livrar da revolta dos brasileiros nem mesmo escondida na web.

Ouça o áudio:

@rachelsherazade
facebook.com/rachelsheherazadejornalista
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora