Consultoria de Fachada



Por Rachel Sheherazade

Demorou, mas, finalmente, as consultorias de fachada de certos políticos brasileiros estão sendo investigadas.

Para desespero dos petistas José Dirceu, André Vargas e Antonio Palocci, a Polícia Federal e o Ministério Público estão em vias de desvendar a “fórmula do sucesso” desses “exímios” consultores que amealharam verdadeiras fortunas fazendo... palestras.

A JD Consultoria, por exemplo, do mensaleiro e ex-ministro José Dirceu, recebeu quase 30 milhões de reais em apenas oito anos. Para espanto dos investigadores, Dirceu continuou recebendo milhões como consultor mesmo enquanto esteve preso na Papuda. Em 2013, ano de cárcere, o consultor-presidiário recebeu mais de 4 milhões de reais por seus “relevantes” serviços.

Fico a imaginar que tipo de bons exemplos, de práticas lícitas de negócios, de consultoria empresarial um condenado por corrupção teria a compartilhar em suas palestras. O deputado petista André Vargas, cassado e agora preso por suspeita de envolvimento no Petrolão, também encheu os bolsos com consultorias de faz de conta, segundo a PF.

Outro ex-ministro que deve explicações sobre como enriqueceu prestando supostas consultorias é Antonio Palocci, dono da Projeto Consultoria. O Ministério Público diz que ele teria recebido, só em 2010, 12 milhões de reais de 30 empresas, coincidentemente, na época em que coordenou a campanha da então candidata pelo PT, Dilma Rousseff.

Entre as empresas que teriam contratado os “serviços” de Palocci estão o grupo Pão de Açúcar, a Caoa e a JBS. InteressanFte ressaltar que, depois de pagar pela tal “consultoria” do ex-ministro, cuja formação é de sanitarista, a empresa recebeu um vultoso empréstimo do BNDES, o que ajudou a JBS a deslanchar no mercado de frangos nos Estados Unidos.

Assim como Dirceu e Vargas, Palocci também nega as evidências e ainda acusa a revista Época, que trouxe à tona as investigações, de sensacionalismo.

A suspeita da Polícia é de que as consultorias de fachada serviam para lavar dinheiro de propina, paga em troca de benesses do Governo Federal.

Só para refrescar a memória, o ex-ministro Palocci foi defenestrado da Casa Civil em 2011 por ter comprado um apartamento de mais de 6 milhões de reais sem explicar a origem do dinheiro. À época, Palocci informou que os milhões eram furto, ou melhor, fruto do seu trabalho como consultor.


Como se vê, todos os caminhos da corrupção levam, invariavelmente ao PT.


@rachelsherazade
facebook.com/rachelsheherazadejornalista
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora