Toledo - Pr: Seminário empossa delegados Orçamento Participativo-2014

62 plenárias realizadas para a eleição dos delegados do Orçamento Participativo-2014, mais de 350 representantes da comunidade eleitos e a participação de aproximadamente 7 mil pessoas nas discussões. Esse foi o resultado da primeira etapa do OP-2014 que teve seu coroamento no Seminário “A Importância dos Delegados no Fortalecimento da Participação Popular”, realizado na última sexta-feira (07) no Centro Cultural Ondy Niederauer. No encontro foram empossados os delegados com a presença do prefeito Beto Lunitti,do vice Adelar Holsbach Pelanka, do presidente da Câmara Adriano Remonti, do deputado estadual Elton Welter e do assessor para Assuntos Comunitários Valtair Apolinário.
Apolinário voltou a frisar a importância dos delegados no processo de participação popular e afirmou que o OP é um mecanismo pelo qual a sociedade define as prioridades e orienta as ações do poder público. “Vocês têm a possibilidade de gerir recursos públicos que podem mudar a vida das pessoas e isso é uma responsabilidade muito grande”, disse. O assessor afirmou que o evento é um marco histórico do resgate da participação popular, e a presença expressiva das comunidades nas plenárias foi prova de que o povo quer opinar e decidir sobre os rumos do município. O deputado Elton Welter também enfatizou a importância do OP. “O melhor governo é aquele que ouve a comunidade, que estabelece um diálogo permanente com a sociedade. É aquele que tem a sensibilidade política do que mais precisa ser feito nas comunidades do interior e da cidade. A construção coletiva vai propiciar a participação popular, ou seja, neste governo será consolidada a democracia participativa”, disse.
O presidente a Câmara Adriano Remonti enalteceu a participação das comunidades nas plenárias e disse que o OP fortalece a democracia. O presidente da Câmara de Vereadores salientou que a vontade de governo somada com a do povo - no Orçamento Participativo – resultará em ações positivas. “Um grande passo foi dado! Parabéns a todas as pessoas que auxiliaram para que acontecesse este momento”.
O vice-prefeito Adelar Holsbach enalteceu o trabalho desenvolvido pelo assessor comunitário na condução dos trabalhos das plenárias. “Gostaria de agradecer todo o empenho de Apolinário e da sua equipe que não mediram esforços para realizar as reuniões e mobilizar a comunidade. Pelanka também destacou a importância dos delegados neste processo. “OP significa comunidade no poder do Município. A ideia de que o Executivo deve ser diferente do povo acaba. Queremos que a polução nos oriente e auxilie no desenvolvimento de ações e, por isso, nada mais justo do que dar o poder às comunidades”.
O prefeito Beto Lunitti frisou que o seminário é um momento histórico e que os delegados do OP são protagonistas da história pela responsabilidade que assumem diante das comunidades que representam. “Os delegados vão em conjunto definir a aplicação de mais de 4 milhões de reais. Os delegados são os pioneiros que vão marcar um governo de transformação. Este governo abre os braços, o coração e a mente para administrar Toledo com a comunidade”. O prefeito afirmou ainda que o Toledo Humano é proposta de governo e começa a ser cumprido diante de algumas transformações realizadas no primeiro semestre, como avanços na assistência social, esporte, educação, saúde, entre outras áreas. “Estamos sendo firmes e transformadores na prevenção da saúde, a qual é a solução para os principais problemas de emergência. Prevenir a atenção básica e humanizar a saúde são ações formatadas em parceria com o Ministério da Saúde”. Beto exemplificou que desde 2006, o Município iniciou a atividade de controle da saúde bucal. Entretanto, até este ano nunca havia atingido o índice preconizado pelo MS. “Em cinco meses atingimos esta meta”. Com relação ao Toledo Desenvolvido, o prefeito afirmou que a administração como um todo vem trabalhando para o município avançar economicamente, mas sem perder o foco humano. “As pessoas devem estar no centro deste desenvolvimento, pois é desta forma que elas produzem um ambiente harmonioso e, consequentemente, rico”.  Já do ponto de vista do Participativo, o prefeito salientou que a comunidade está sendo protagonista do processo. “Os recursos estão sendo conduzidos para o desenvolvimento de ações estruturantes para as comunidades. O meu sonho é que os delegados tenham em mãos o recurso que transforme a vida de todas as pessoas que estão em suas comunidades”.
O assessor comunitário destacou o papel dos delegados. “O evento de hoje vem para coroar todo o trabalho desenvolvido em cada comunidade. Vocês delegados são legítimos representantes das suas comunidades e porta-vozes das suas reivindicações. Esse é um dia gratificante e histórico para Toledo onde a participação popular estar contribuindo para o bem da nossa cidade”.
Apolinário mencionou que a partir de agora se inicia uma nova fase, na qual os delegados eleitos têm a responsabilidade de escolher as principais reivindicações da comunidade. “Vocês passam a ser também referência da administração para estar discutindo temas importantes como saúde, educação, segurança”.
Palestra
O palestrante Ruimar Cartegagna relatou aos presentes a experiência do Orçamento Participativo realizado no município de Concórdia, em Santa Catarina. Ruimar que foi coordenador do OP em Concórdia por muitos anos salientou que o município adotou a metodologia como uma política pública implementada por lei. “O Orçamento Participativo fez com que a comunidade participasse de uma forma democrática e popular e hoje temos na cidade muitas obras e ações executadas através desse instrumento”, contou Ruimar que destacou ainda que a implantação do Orçamento Participativo foi um desafio. “Nós construímos um novo caminho junto com a sociedade. De nada adianta o prefeito desejar colocar o Orçamento em prática se a sociedade não compreender este pensamento e ter a mesma leitura de desenvolvimento. O OP não é um instrumento da administração, mas sim da sociedade”.
Segundo Ruimar, a credibilidade do Orçamento Participativo é o resultado da seriedade que este instrumento é tratado. “As ações do OP devem ser todas executadas. As ações formatadas nas reuniões regionais do OP são prioridades para o governo, porque elas são a decisão do povo”, enfatizou Ruimar. Ele destacou também que o papel dos delegados é ser uma liderança comunitária. “Cada delegado é escolhido por sua comunidade e tem o papel de fiscalizar as obras que forem determinadas para ser executadas. É o delegado que pode estar diretamente envolvido na fiscalização e cumprimento daquilo que ficou definido pela comunidade. Os delegados são lideranças da comunidade, mas também fiscais das decisões do todo”.
Agenda das plenárias regionais
No primeiro momento as plenárias tiveram como objetivo escolher os delegados que irão representar as comunidades. A partir de agora acontecerão as plenárias regionais onde os delegados irão defender as reivindicações de cada comunidade conforme os recursos previstos. Os encontros começam no próximo dia 17, às 18h, em Novo Sarandi, e às 20h, em Dois Irmãos, com os moradores de Vila Ipiranga, Três Bocas e Três Quedas.
No dia 18 de junho, às 18h, no Centro da Juventude Mariana Luiza Von Borstel, no Jardim Coopagro, com os delegados dos Jardins Coopagro, Tocantins, Fachini, Santa Maria e Loteamento das Orquídeas. No mesmo dia, às 20h, no Clube em Concórdia do Oeste, a reunião envolve os delegados da Vila Rural, Xaxim, Nossa Senhora do Rocio e Linha Boiko.
No Centro Comunitário do Jardim Maracanã, no dia 19 de junho, às 18h, acontece o encontro dos delegados dos Jardins Maracanã e Bom Jesus e da Vilas Boa Esperança e Pioneiro.
Dando sequência aos trabalhos, no dia 20 de junho, às 18h, no Restaurante Popular da Vila Paulista, é a vez dos delegados dos Bairros Paulista, Operária, Tancredo Neves e BNH Cohapar se reunirem. Às 20h, no Centro Comunitário de Novo Sobradinho, os moradores de Novo Sobradinho e das Linhas Doutor Ernesto, São Paulo e Floriano terão sua reunião.
No dia 21 de junho, no Salão Comunitário do Jardim Pancera, às 18h, se reúnem os moradores dos Jardins Pancera, Santa Clara II, Canaã, Parizotto, Paraná e Filadelfia e Vila Becker.
Em 24 de junho, na Associação de Moradores do Jardim Porto Alegre, ocorre, às 19h, o encontro com os delegados dos Jardins Porto Alegre, Bandeirantes, Carelli, Concórdia e Independência.
No clube de Boa Vista, no dia 25 de junho, às 18h, é a vez dos delegados da Linha Bue Caé, Ouro Preto e Boa Vista realizarem a reunião. No mesmo dia, às 20h, no Clube de São Luiz, reúnem-se os representantes de São Luiz, Linha Gramado, Vista Alegre, Bom Princípio e Sol Nascente.
Em 26 de junho, às 18h, no Centro Comunitário do Jardim Panorama acontece o encontro dos delegados do Panorama e Panorama II, Cezar Parque, Bressan, Belo Horizonte, Kromann e Kromann II, São Francisco e Vila Rural.
No Centro Comunitário do Jardim Rossoni, no dia 27 de junho, às 18h, reúnem-se os delegados do Rossoni e do Centro. Às 20h, a reunião acontece no Clube de Dez de Maio, com os representantes de Dez de Maio, São Salvador, KM 41 e Cerro da Lola.
No dia 28 de junho, o encontro dos delegados de Vila Nova, São Miguel, Lageado e Linhas São Pedro, Flórida e Dois Marcos acontece, às 19h, no Centro de Idosos de Vila Nova.
No dia primeiro de julho, às 18h, no Restaurante Popular do Jardim Europa a reunião dos delegados envolve os Jardins Europa, América, Santa Clara IV e Loteamento Pedrini. No mesmo dia, no Salão da Igreja da Linha Mandarina, às 20h, se reúnem os representantes da Linha Mandarina e Usina.
Fechando os encontros, no dia dois de julho, às 19h, no Centro Comunitário da Vila Industrial, se encontram os delegados dos Jardins Anapolis, Esplanada, Gisela, Planalto e Panambi, Vila Industrial e BNH Barão e BNH Barao II.
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora