Sete dos doze torcedores corintianos presos na Bolívia são soltos

Bruno Bocchini

Repórter da Agência Brasil

São Paulo – O Sport Club Corinthians Paulista confirmou hoje (6) que sete dos 12 torcedores que estavam presos na Bolívia – acusados de envolvimento na morte do estudante Kevin Espada, de 14 anos, em fevereiro – foram soltos. Os torcedores corintianos estavam presos na cidade de Oruro, na Bolívia, desde 20 de fevereiro.

O clube informou que se empenhou na soltura dos torcedores e que continuará tentando libertar os demais torcedores. “A felicidade pela libertação dos sete cidadãos brasileiros, no entanto, não é maior que a força e o engajamento com que o Sport Club Corinthians Paulista seguirá trabalhando para que todos os outros cinco torcedores tenham os seus direitos respeitados”.
Os 12 torcedores foram presos após a morte do estudante boliviano durante o jogo entre Corinthians e San José (time boliviano), na Bolívia, na disputa pela Taça Libertadores da América. Espada morreu ao ser atingido por um sinalizador. Para os policiais bolivianos, o sinalizador foi disparado da área onde estavam os torcedores brasileiros. Eles negam responsabilidade na morte de Espada.
Edição: Fábio Massalli
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora