Senado quer explicações para boato sobre fim do Bolsa Família

Carolina Gonçalves

Repórter da Agência Brasil



Brasília – O presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda, será convidado pelos senadores da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA) para falar sobre o que provocou o boato sobre o fim do Programa Bolsa Família, em maio deste ano, e o que a instituição está fazendo para evitar que falsos rumores se repitam.
Com a divulgação de informações de que o pagamento dos benefícios seria suspenso, milhares de famílias correram para as agências da Caixa para sacar o dinheiro e provocaram tumulto em diversas localidades. O caso está sendo investigado pela Polícia Federal, mas o senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) entendeu que Hereda precisa explicar a situação no Senado.
Durante a audiência de hoje (11) na CMA, os parlamentares se dividiram sobre o requerimento de convocação. O senador Aníbal Diniz (PT-AC) disse que “o assunto é delicado”. Por isso, ressaltou Diniz, os parlamentares devem considerar que “levar a apuração adiante pode dar margem a outros tumultos”.
Ainda que o requerimento de convocação tivesse conseguido algum apoio de outros parlamentares, todos optaram por transformar o pedido em um convite, que dependerá da vontade de Hereda. O senador Jorge Viana (PT-AC) disse que, como as providências necessárias foram tomadas pelo governo, a comissão vai aproveitar a audiência com o presidente da Caixa para tratar também de outros temas.
É uma oportunidade de saber um pouco mais sobre as metas e os problemas da Caixa e ampliar nosso conhecimento sobre os programas”, disse Viana.
A data da audiência não foi definida e deve ser divulgada pela comissão nos próximos dias.

Edição: Nádia Franco
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora