Richa pede a Dilma que invista pelo menos 10% das receitas do Brasil em saúde


O governador Beto Richa participou da reunião convocada pela presidente Dilma Rousseff com governadores e prefeitos das capitais em Brasília, nesta segunda-feira (24), no Palácio do Planalto. Richa propôs na reunião que o governo federal invista pelo menos 10% de suas receitas em saúde. 

“O que mais estamos vendo é o pedido geral da população por uma saúde de melhor qualidade. Em função disso, estou desde já tratando com outros governadores que essa proposta seja apoiada por outros estados também”, disse Richa.

ENTREVISTA - Antes da reunião, Beto Richa deu entrevista a jornalistas que cobriam o encontro. “Nós sempre estivemos dispostos a contribuir, a fazer parcerias e acho que agora é o momento”, afirmou o governador. 

Richa criticou a redução dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE) e do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), que traz muitos prejuízos ao Paraná. 

“Os municípios do Brasil estão sofrendo muito com a redução drástica do FPM. Os menores, principalmente, que tem nessa receita o maior percentual da sua arrecadação, estão numa situação muito difícil”, afirmou Richa. 

“Tivemos uma grande queda também no Fundo de Participação dos Estados. O governo federal é generoso na hora de promover benefícios com os impostos que são compartilhados com os estados, mas não mexe em suas contribuições. O que está acontecendo é uma concentração de poderes e de recursos públicos na União, quando quem tem mais capacidade, mais agilidade, até por estar mais próximo do problema, são os prefeitos e os governadores.” 

O Paraná é o quinto estado do Brasil a contribuir com a arrecadação da União, mas é o 23º a receber verbas federais.

Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora