Paraná vai construir casas com tecnologia alemã



O Governo do Estado, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), assinou nesta semana convênio inédito com a entidade União para Moradia Popular e a empresa Rede iVerde para construção de 23 moradias urbanas no município de Rio Bom, no Norte do Estado, para famílias com renda de até R$ 1.600. 

Trata-se de um projeto pioneiro no Estado, que prevê a construção das casas com uma tecnologia alemã inovadora, que usa painéis modulares fabricados de forma industrializada (woodframe). As paredes da moradia já saem prontas da fábrica, com janelas e preparadas para receber as redes elétrica e hidráulica. 

"A Cohapar passa a adotar um novo conceito de construção de casas sustentáveis, no modelo usado nos países europeus. É a demonstração da preocupação do nosso governo em entregar moradias de qualidades a milhares de famílias e cuidar do meio ambiente", afirma o presidente da Companhia, Mounir Chaowiche. 


"O Paraná está inovando na área de habitação com essa nova tecnologia, começando com um projeto piloto em Rio Bom, que certamente vai virar vitrine nacional", disse o diretor de Programas de Obras da Cohapar, Orlando Agulham, que assinou o convênio com a Rede iVerde e a União para Moradia Popular. 

O prefeito de Rio Bom, Moisés Andrade, comemorou o convênio para construção de 23 casas no município. "Vamos entregar moradias da mais alta qualidade a famílias que há anos sonham com a casa própria", disse. 

O próximo município a receber casas com a nova tecnologia será Prado Ferreira, no Norte do Paraná, onde serão construídas 20 moradias urbanas. "Vamos atender uma parcela importante da população com casas de qualidade, disse o prefeito Silvio Antônio Damaceno, que também já assinou convênio com a Cohapar e a empresa Rede iVerde. 

As casas com painéis modulares são montadas em duas horas e meia. "Hoje, é a tecnologia mais sustentável disponível no mercado", disse o diretor da Rede iVerde, José Márcio Fernandes. O diretor explicou que a tecnologia reduz em 90% os resíduos e a emissão de gás carbônico. 

A tecnologia tem sido usada com sucesso em casas de alto padrão e agora está sendo adotada em moradias de interesse social, em unidades com área de 45 metros quadrados. O Paraná é o segundo Estado a usar a nova modalidade de construção. No Rio Grande Sul, 280 moradias foram construídas com a tecnologia woodframe. 

Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora