Paraná: Tarifa de ônibus fica mais barata nas principais cidades do estado

Os usuários do transporte coletivo de oito das dez maiores cidades do Paraná vão pagar menos pela passagem de ônibus. Neste sábado, durante solenidade com o governador Beto Richa, o prefeito de Foz do Iguaçu, Reni Pereira, afirmou que a passagem vai baixar R$ 0,05 já na próxima semana. O governador esteve no município para anunciar o apoio do Estado ao hospital municipal.

Além de Foz do Iguaçu, a passagem de ônibus custará menos nas cidades de Londrina, Cascavel, Ponta Grossa, Maringá e Guarapuava e nos municípios de São José dos Pinhais e Colombo (que tiveram a passagem reduzida em linhas da região metropolitana). Elas estão entre as dez maiores cidades do Paraná, segundo dados demográficos do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes). As demais são Curitiba e Paranaguá. 

A redução das tarifas é resultado da isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), determinada por Richa, em maio, e da redução de alíquotas do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre o setor, decidida pelo governo federal, em junho. 

Segundo Richa, o Paraná se destaca em um momento crítico vivido pelo Brasil. “Ao contrário do país, nós anunciamos transporte público mais barato em algumas das principais cidades do Paraná. Tenho uma luta histórica em busca de um transporte público de qualidade e com preço mais justo e fico feliz de acompanhar esses anúncios”, afirmou o governador. “Fizemos a nossa parte e agora os prefeitos fazem a deles, repassando este benefício à população”, ressaltou.

Reni Pereira explicou que toda a economia feita com a isenção de ICMS sobre o óleo diesel será repassada à tarifa. O decreto será publicado na segunda-feira (17) e a passagem diminuirá já na próxima compra de óleo pela empresa responsável pelo transporte. A passagem no cartão eletrônico passará a custar R$ 2,55 e a passagem simples (papel) R$ 2,85.

“Estamos repassando todo o benefício feito pelo Governo do Estado para a população”, disse o prefeito. Segundo ele, em outubro, quando for renovada a concessão com a empresa responsável pelo transporte coletivo na cidade, a prefeitura negociará uma redução ainda maior. Aproximadamente 65 mil pessoas usam o transporte coletivo em Foz do Iguaçu todos os dias.

PASSAGEM MAIS BARATA – Em Cascavel, a tarifa será reduzida de R$ 2,60 para R$ 2,50 a partir de 1º de julho. A cidade possui 52 linhas e 142 ônibus que transportam mais de 2 milhões de passageiros por mês. 

No município de Londrina, o preço da passagem já passou de R$ 2,45 para R$ 2,35. A cidade tem uma frota com 417 ônibus que operam 129 linhas urbanas e transportam 166,5 mil passageiros por dia.

Em Guarapuava, o preço das passagens de ônibus cairá de R$ 2,50 para R$ 2,40. Para o cidadão que usa o cartão eletrônico, a tarifa será de R$ 2,25. Para estudantes, o preço cai de R$ 1,35 para R$ 1,20. Cerca de 25 mil usuários utilizam os 65 ônibus das 51 linhas do transporte coletivo na cidade diariamente. 

Na cidade de Maringá a tarifa passa de R$ 2,65 para R$ 2,55 já neste domingo. O município possui 65 linhas, 282 ônibus e atende mais de 3 milhões de usuários todos os meses. Com o preço mais baixo, a prefeitura também fará a integração do transporte com as cidades de Sarandi e Paiçandú.

Ponta Grossa tem 94 linhas e 100 mil usuários por dia. A tarifa vai reduzir de R$ 2,60 para R$ 2,50 para quem usa o bilhete eletrônico e custará R$ 1,25 para estudantes cadastrados. 

Na última quarta-feira, Richa anunciou a redução de R$ 0,10 na tarifas de ônibus de 81 linhas metropolitanas gerenciadas pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). Cerca de 3 milhões de usuários de 18 municípios da região metropolitana serão beneficiados. Além de São José dos Pinhais e Colombo, a redução também vale para Campo Largo, Balsa Nova, Araucária, Almirante Tamandaré, Quatro Barras, Piraquara, Bocaiúva do Sul, Campina Grande do Sul, Itaperuçu, Rio Branco do Sul, Quitandinha, Fazenda Rio Grande, Mandirituba, Contenda, Agudos do Sul e Curitiba. 

MAIS SAÚDE EM FOZ – O governador Beto Richa esteve neste sábado em Foz do Iguaçu para assinar protocolo de intenções com o município para o desenvolvimento de ações de saúde na Fundação Padre Germano Lauck. O Governo do Estado irá aportar R$ 15 milhões em custeio para o hospital, que serão pagos em 12 parcelas.

O dinheiro será utilizado na compra de equipamentos, pagamentos de fornecedores, entre outros. “Esse dinheiro é a garantia para mantermos o hospital aberto e ainda ampliarmos o atendimento”, salientou Reni Pereira. A Fundação Padre Germano Lauck presta serviços de saúde à Prefeitura e é o principal hospital de Foz do Iguaçu, com 150 leitos. São realizadas cerca de cinco mil consultas e 500 procedimentos cirúrgicos todos os meses.

“Estamos trabalhando para garantir uma saúde pública cada vez melhor”, destacou o governador. “É um apoio fundamental para o hospital oferecer um atendimento de qualidade à população”, disse o diretor Jorge Yamakoshi.

Geni dos Santos, 57 anos, é voluntária na assistência social de pacientes do hospital. Ela agradeceu o apoio do governo e disse que ele é muito necessário para a cidade. “O Beto Richa viu que a gente precisava de apoio na saúde e nos atendeu”. 

Participaram da solenidade os secretários estaduais Edson Casagrande (Assuntos Estratégicos) e Hamilton Seriguelli (Assuntos Fundirários), prefeitos, vereadores e a comunidade de Foz do Iguaçu.

Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora