Governo do Paraná investe R$ 72 milhões em municípios da região central


Os investimentos do Governo do Estado em Campina do Simão, Goioxim, Marquinho, Cantagalo e Guarapuava, na região central do Paraná, chegam a R$ 72 milhões. São ações em andamento, já concluídas e outras anunciadas pelo governador Beto Richa, ao cumprir agenda nestes municípios, nesta quinta-feira (13). 

“Me sinto realizado ao ver a presença do Estado, com grande volume de obras que atendem as necessidades da população”, disse o governador, no encontro em Campina do Simão. Os investimentos abrangem as áreas da educação, saúde, saneamento, habitação, agricultura, desenvolvimento urbano. 

O prefeito Laureci Miranda disse que as ações do governo ajudam o município a atender as demandas das famílias. “O governador olha com carinho os municípios, principalmente os de baixo IDH. Isso é muito importante porque dependemos de recursos do Estado. Só com os repasses do Fundo de Participação dos Municípios não sobrevivemos”, afirmou Miranda. 

Beto Richa anunciou a construção de três novas escolas – duas em Guarapuava e uma em Cantagalo, fez entrega de Patrulhas do Campo para mais dois consórcios intermunicipais e autorizou licitações para implantação de sistemas de abastecimento de água para comunidades rurais dessas cidades. 

O prefeito de Goioxim, Elias Schreiner, destacou a atenção do governador aos pequenos municípios e ao interior do Estado. "Esses investimentos vêm ao encontro dos anseios de nossa população. O governador está construindo um novo Paraná, atendendo a todos os municípios, independente de cor partidária”, disse Schreiner. 

GUARAPUAVA – Os investimentos do Estado em Guarapuava ultrapassam a R$ 49 milhões, segundo o prefeito Cesar Silvestri Filho, que recebeu o governador Beto Richa. Deste total, R$ 25 milhões são da Sanepar, para obras no sistema de esgoto, sistema de água, execução de 45 mil metros de redes coletoras e duas mil ligações prediais, além de melhorias no saneamento. 

Além dos investimentos em construção e reparos de escolas, o governador anunciou R$ 11,2 milhões para pavimentação asfáltica em ruas do conjunto residencial 2000. Richa fez a entrega da Patrulha do Campo para o Consórcio Intermunicipal Vale do Rio Jordão, formado por Guarapuava, Pinhão, Candói e Reserva do Iguaçu. “É a 30ª Patrulha do Campo entregue pelo governo, que conclui a primeira etapa do programa. Até 2014 a meta é chegar a 60”, disse Richa. 

Guarapuava fez adesão ao programa Caminho das Pedras e fará melhorias em seis quilômetros de estradas. O investimento é de R$ 900 mil. O governador assinou convênio para repasse de R$ 96 mil para a prefeitura adquirir calcário (destinado a pequenos produtores) e óleo diesel (para máquinas de patrolamento de estradas rurais). 

No município, a Cohapar e Caixa Econômica Federal estão construindo moradias para 500 famílias da área urbana. Além disso, 16 famílias moradoras na área rural já receberam suas novas casas. 

Guarapuava também fez adesão ao programa Família Paranaense. Coordenado pela Secretaria Estadual da Família e do Desenvolvimento Social, o programa reúne 17 secretarias estaduais e mais o município para prestar atendimento integral às famílias que vivem em situação de extrema pobreza. 

CAMPINA DO SIMÃO – No encontro com o prefeito Laureci Miranda, o governador Beto Richa anunciou a construção de uma escola municipal, com investimento de R$ 1,5 milhão, e de um ginásio de esportes (R$ 426 mil). Em março foi concluída a quadra de esportes. 

O governo investirá mais R$ 310 mil para implantar no município uma Unidade da Saúde da Família. Estão sendo construídas em Campina do Simão 40 moradias urbanas e 22 rurais. O investimento de R$ 2,1 milhões é feito em parceria pelo Governo do Estado, através da Cohapar, e Governo Federal, através da Caixa. 

O governador autorizou a licitação para implantar sistemas de abastecimento de água nas comunidades rurais de Xerê e Boa Vista. A implantação é feita pelo Instituto das Águas do Paraná. Cada sistema custa R$ 123 mil. 

Campina do Simão recebe, também, R$ 300 mil a fundo perdido do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM). Os recursos serão empregados na construção de uma capela mortuária, antiga demanda da população, e na aquisição de um terreno para instalação de pequenos barracões industriais. 

O prefeito Laureci Miranda fez a adesão formal ao programa Família Paranaense. Coordenado pela Secretaria Estadual da Família e Desenvolvimento Social, o programa reúne 17 secretarias estaduais e mais o município para atender famílias que vivem em situação de extrema pobreza.

Beto Richa assinou convênio com o município para repasse de recursos para compra de calcário (R$ 72 mil), destinado a agricultores familares e para compra de óleo diesel usado em máquinas de patrolamento de estradas rurais (R$ 50 mil). 

GOIOXIM – O prefeito Elias Schreiner, vereadores, lideranças e moradores receberam o governador. Richa anunciou obras de ampliação e reparos no colégio estadual João Ferreira Neves, com investimento de R$ 330 mil. 

Goioxim receberá mais R$ 330 mil a fundo perdido pelo PAM. "Vamos utilizar para construção de um estádio que é tão esperado pela nossa comunidade", informou Schreiner, que formalizou a adesão ao programa Família Paranaense. Foi anunciada, também, a construção de um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). Estão em construção em Goioxim oito moradias rurais. O investimento é de R$ 200 mil. 

Na área da agricultura, o município aderiu ao programa Compra Direta, que beneficiará 46 agricultores e 16 entidades. Pelo programa, a produção agrícola é adquirida pelo governo estadual e repassada a entidades sociais. Serão aplicados R$ 215 mil. 

O governador firmou convênio com a prefeitura para repasse de R$ 90 mil para compra de calcário para pequenas propriedades. O município é também beneficiado pelo programa Caminhos das Pedras e receberá, a fundo perdido, R$ 1,1 milhão na pavimentação de seis quilômetros de estradas. 

MARQUINHO - No encontro com o prefeito Luiz Cezar Baptistel, Beto Richa fez a entrega do conjunto de equipamentos da Patrulha do Campo para o Consórcio Intermunicipal Região Central, formado por Marquinhos, Goioxim, Campina do Simão, Boa Ventura de São Roque, Cantagalo e Santa Maria do Oeste. 

O município, que desde o ano passado conta como um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), aderiu ao programa Família Paranaense. Foram entregues 1.834 cobertores para 917 famílias pela campanha Espalhe Calor, realizada pelo Provopar, com apoio do governo. 

Richa liberou R$ 430 mil para implantação de uma Unidade da Saúde da Família no município. Na área da habitação, estão sendo construídas moradias para 20 famílias moradoras na área rural e outras 50 estão em projeto. O investimento, feito em parceria pela Cohapar e Caixa Econômica Federal soma R$ 1,9 milhão. 

A prefeitura de Marquinhos recebeu R$ 72 mil para aquisição de calcário destinado a agricultores familiares e mais R$ 42 mil para compra de óleo diesel para as máquinas usadas em estradas rurais. Marquinho fez a adesão ao programa Caminho das Pedras e receberá R$ 750 mil. 

Foi autorizada a licitação para construção de sistemas de abastecimento de água nas comunidades de Marquinho Velho e Pedra Branca. O projeto é do Instituto das Águas do Paraná. Cada sistema custa R$ 123 mil. 

Marquinho recebeu R$ 300 mil do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM). O dinheiro é a fundo perdido e será aplicado em obras de infraestrutura urbana. O governo já investe R$ 200 mil em obras de recape asfáltico do município. 

“É um pacote de obras fantástico”, afirmou o prefeito Luiz Cezar Baptistel. “Nosso município é pequeno e tem baixo IDH. Esses investimentos são fundamentais para a nossa população”, disse ele. 

CANTAGALO – Além da construção de um novo colégio estadual, o governador Beto Richa, no encontro com o prefeito Everson Konjunski, anunciou, obras de melhoria na estação de tratamento e no sistema de esgoto sanitário. O investimento da Sanepar é de R$ 2,86 milhões. 

Foram anunciados reparos no colégio Olavo Bilac (R$ 113 mil); obras de recape asfáltico (R$ 169 mil) e recursos para a Unidade da Saúde da Família (R$ 430 mil). 

Cantagalo recebe, a fundo perdido, R$ 350 mil do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM). O investimento em habitação em no município é de R$ 2,7 milhões, com a construção para 50 famílias da área urbana. 

O município fez adesão ao programa Compra Direta, desenvolvido em parceria pelo Governo Federal e Governo do Estado. A produção de 47 agricultores de Cantagalo será adquirida e repassada para 18 entidades sociais. Serão aplicados R$ 187 mil no programa. 

A prefeitura de Cantagalo receberá R$ 90 mil para aquisição de calcário para pequenos agricultores e R$ 24 mil para compra de óleo diesel para máquinas usadas em estradas rurais. O município também fez adesão ao programa Família Paranaense. 

Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora