Centro-Oeste: Richa entrega moradias rurais e repassa recursos para cidades

Antonio Barbosa e Tereza Gimenez Barbosa moraram durante 25 anos em uma casinha de madeira na área rural de Luiziana, na região Centro-Oeste do Paraná. Viviam praticamente isolados, sem energia elétrica em casa. Nesta sexta-feira (7) eles receberam do governador Beto Richa a chave de uma nova moradia, na comunidade rural Ponte Branca. Doze famílias da comunidade receberam moradias, contruídas em parceria pela Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) e a Caixa Econômica Federal. 

"Moradia decente representa qualidade de vida para essas famílias, que tanto contribuem com a agricultura do nosso Estado", afirmou Richa. Além de Luiziana, o governador esteve nesta sexta em Mamborê, Boa Esperança, Janiópolis e Farol. Richa anunciou investimentos e ações do Governo do Estado nas áreas da educação, habitação, agricultura, saneamento, desenvolvimento urbano e energia elétrica. Os novos investimentos e as ações em andamento nestes municípios somam R$ 34,5 milhões. 

MORADIAS RURAIS – De 2011 para cá, mais de seis mil casas rurais foram entregues ou estão em fase de obras, em 371 cidades. Em Luiziana, o governador anunciou a construção moradias para mais 20 famílias que moram no campo. Cada unidade custa em torno de R$ 25 mil, mas as famílias pagam quatro prestações anuais de R$ 250,00. O restante é subsidiado pelo governo estadual, governo federal e prefeituras. 

O governador Beto Richa enfatizou que a política habitacional do Paraná é hoje referência para todo o Brasil. A meta é entregar entregar 110 mil casas até 2014, das quais 10 mil para a área rural. O número é seis vezes maior que as construções feitas de 2002 a 2010, com cerca de 18 mil moradias. 

"Quando se entrega uma casa, vemos o brilho nos olhos das pessoas. O governador Beto Richa entende e quer levar esse bem às famílias", disse o prefeito de Luiziania, Mauro Alberto Slongo. "Uma parceria que leva o sonho da casa própria e que deu certo e estamos potencializando aqui no Paraná", destacou o superintendente regional da Caixa, Roberto Backmann. 

"Uma casa própria prontinha como esta daqui é difícil de conseguir hoje em dia. É uma vida nova que estamos começando", disse Ronaldo Pemper, da comunidade Ponte Branca. O agricultor mora com a esposa há quase quatro anos na casa de madeira emprestada pelo irmão. 

O produtor de milho Joaquim Rodrigues dos Santos, de 71 anos, também comemora a casa própria. "Onde a gente vivia não tinha mais condição. Quando chovia era só goteira, tinha até que cobrir a molecada com plástico pra não se molhar", contou. 

LUIZIANA – No encontro com o prefeito Mauro Alberto Slongo, o governador Beto Richa anunciou que o Estado construirá sistemas de abastecimento de água nas comunidades rurais São Domingos e Aterrado Alto e no assentamento Nova Laranjeiras. Em cada sistema, o governo investe R$ 123 mil. 

Além disso, foram assinados convênios para o repasse de recursos destinados à compra de calcário (R$ 88 mil) e óleo diesel (R$ 24 mil). No município de 7.300 habitantes estão pontas as obras de melhoria do sistema de energia (R$ 602 mil). Luiziana receberá, a fundo perdido, recursos do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM). O governador entregou uma viatura Duster à Polícia Militar. 

O prefeito Mauro Alberto Slongo disse que o município vive um novo momento, com os investimentos que o governo leva para a cidade. “São ações importantes e muito aguardadas pela população”, disse ele. 


MAMBORÊ – Durante encontro com o prefeito Claudinei Calori de Souza, o governador anunciou investimentos de R$ 14 milhões na melhoria da rede elétrica da região. A Copel irá construir 55 quilômetros de linha de transmissão Mamborê-Ubiratã e ampliar a subestação Mamborê. 

Pelo Instituto Águas Paraná, foi assinado termo de cooperação para fabricação de tubos de concreto para obras de controle de erosão urbana e anunciado a construção de sistemas de abastecimento de água nas comunidades Pensamento e Teixeirinha e de licitação do sistema no Bairro dos Caetanos. O governador entregou duas novas viaturas para o município, uma para a Polícia Militar e outra para a Polícia Civil. A ação faz parte da reestruturação da frota policial paranaense. O governo estadual está adquirindo 1.470 novos veículos. 

Foi assinado convênio para repasse de recursos para a compra de óleo diesel (R$ 42 mil) e calcário (R$ 88 mil). Estão em construção no município 13 moradias urbanas (R$ 520 mil). Mamborê receberá, a fundo perdido, recursos do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM) para aplicar em projetos prioritários para a população. A população decidiu usar o recurso para adquirir dois caminhões- caçamba para auxiliar o setor rodoviário a melhorar a qualidade das erstradas do municipio. 

“Estamos em festa com o anúncio de vários recursos para o nosso município. Somos em 14 mil habitantes e dependemos do apoio do Estado e, felizmente, Richa tem sido grande parceiro”, disse o prefeito Claudinei. “Com cinco meses de mandato na prefeitura já recebemos um governador. Há mais de 20 anos não recebiamos um governador”, declarou. 

BOA ESPERANÇA – O governador foi recepcionado pelo prefeito Cláudio Gotardo e pela comunidade escolar na Escola Municipal Alessandra Bastida Mancin Manfim, que recebeu R$ 1,5 milhão do Governo do Estado. Richa assinou convênio para que o consórcio intermunicipal da Comcam – Campina da Lagoa, Ubiratã, Altamira do Parásná, Araruna, Barbosa Ferraz, Boa Esperança, Campo Mourão, Corumbataí do Sul, Engenheiro Beltrão, Farol, Goioerê, Iretama, Janiópolis, Juranda, Luiziana, Mamborê, Moreira Sales, Nova Cantu, Peabiru, Quarto Centenário, Quinta do Sol, Rancho Alegre, Roncador e Terra Boa. 

Richa também assinou termo de cooperação para que o Instituto das Águas repasse tubos de concreto ao município, que serão usados para obras de combate à erosão urbana. Foi assinada iclitação para sistemas de abastecimento de água na Vila Rural Paranaguaçu e na comunidade Riozinho. 

Boa Esperança receberá R$ 300 mil à fundo perdido pelo PAM e aproximadamente R$ 2 milhões do programa Caminho das Pedras para pavimentação com pedras irregulares. O município também está recebendo 66 casas urbanas que estão em obras e recursos para compra de calcário que será repassado a agricultores locais. 

“Em dois anos de governo Beto Richa, nosso município já recebeu que nos oito anos do governo anterior”m disse o prefeito. Ele ressaltou que outro grande diferencial desse governo é que os prefeitos participam diretamente da definição dos projetos que receberão recursos. 

JANIÓPOLIS - Além da assinatura de termo de cooperação para fabricação de tubos de concreto para obras de controle de erosão em áreas urbanas, o governador Beto Richa anunciou para o município a construção de sistema de abastecimento de água na comunidade Bragápolis e a construção de 27 moradias rurais e urbanas. Outras 50 casas rurais e urbanas já foram inauguradas pelo governo. O investimento total na habitação do município é de R$ 3 milhões. Foram autorizadas liberações de R$ 88 mil para compra de calcário e R$ 34 mil para aquisição de óleo diesel. 

FAROL – A comunidade local, liderada pela prefeita Ângela Maria Kraus, recebeu o governador Beto Richa na Casa da Cultura. o governador assinou termo para que sejam entregues tubos de concreto para obras de controle de erosão em áreas urbanas da cidade. Também foi anunciada a construção dos sistemas de abastecimento de água nas comunidades Água da Fartura e Água do Meio. O custo de cada unidade é de R$ 123 mil. 

O governo estadual repassará, também, cerca de R$ 460 mil para pavimentação asfáltica. O governador também entregou uma nova viatura policial à Polícia Militar. 

Na área da habitação, 145 famílias de Farol são beneficiadas com casas novas (34 famílias), titulações (81) e melhorias em residências (30). 

O município recebeu recursos para compra de calcário (R$ 88 mil) e óleo diesel (R$ 20 mil). Beto Richa também entregou para a prefeitura, também, dois resfriadores de óleo diesel, no valor de R$ 28 mil. 

A prefeita Ângela Kraus destacou que os investimentos do Governo do Estado auxiliam o desenvolvimento do município. Ela citou como exemplo os R$ 300 mil, a fundo perdido, do Plano de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios (PAM), que serão aplicados na pavimentação de ruas da comunidade Martinópolis, onde vivem 81 famílias. “Pegamos o município numa situação difícil, em apena cinco meses já recebemos bastante recursos do governo. Isso está nos ajudando muito”.
Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora