Richa autoriza mais R$ 30 milhões para reparos em escolas do Paraná

O governador Beto Richa autorizou a licitação de R$ 30 milhões para contratar empresas que farão reparos em escolas estaduais do Paraná, dentro da política do governo de descentralizar recursos. O investimento beneficiará cerca de 2 mil estabelecimentos de ensino em 390 municípios, principalmente quando ocorrem emergências. Além desses recursos, o Governo do Estado, mantém outro programa, que destinará R$ 150 mil a 500 escolas, para pequenas reformas ou melhorias na infraestrutura.

Os R$ 30 milhões servirão para contratar empresas, que ficarão disponíveis para atender emergências, como destelhamento, queda de muro ou outro imprevisto que ocorra na estrutura dos estabelecimentos. A licitação, na modalidade ata de registro de preço, será feita em lotes e os núcleos regionais da Secretaria de Estado da Educação indicarão as escolas que precisam de reparos. Dessa forma, a Secretaria dará mais rapidez à contratação de serviços de engenharia.

Os pacotes de investimentos são destinados aos núcleos de acordo com a necessidade de cada região. Atualmente 55 escolas estão em obras com recursos da ata de reparos totalizando um investimento superior a R$ 5,5 milhões.

No Colégio Estadual Odete Borges Botelho, em Pitangueiras, próximo a Londrina, no Norte do Estado, foi trocada toda a cobertura. “Foi bem rápido. Essa forma (ata de registro) agilizou tudo”, disse a diretora Ana Cristina de Almeida Lomeo. Em Cambé, na mesma região, os recursos agilizaram a construção do muro no Colégio Estadual Manoel Bandeira e também reparos nas paredes do Colégio Estadual Olavo Bilac.

COMUNIDADE – Na quinta-feira (2), o governador Beto Richa garantiu investimentos para reparos em escolas estaduais de quatro municípios da região Norte, que, juntas, atendem 2.228 alunos. Cada escola receberá R$ 150 mil para aplicar em projetos definidos pela própria comunidade escolar. 

O Governo do Estado está descentralizando a aplicação de recursos para melhoria da infraestrutura da rede estadual de ensino. Neste ano, 500 colégios vão repartir R$ 75 milhões. “É o maior volume de recursos aplicados nesta modalidade na história do Estado. É justo que as pessoas que vivem a realidade da escola, professores e pais de alunos, decidirem onde o recurso será melhor utilizado”, explicou Richa. No ano passado, cerca de 170 escolas receberam repasses por esta modalidade.

CONSTRUÇÃO - Neste ano, o governo estadual investirá R$ 500 milhões em construções, reformas, ampliações de escolas e implantações de quadras poliesportivas, em todo o Paraná. Serão construídas 70 novas escolas, sendo que metade deste pacote já está em obras e, as demais, com recursos assegurados e com as licitações em andamento. Entre 2011 e 2012 foram entregues 24 unidades novas. 

Além da construção das 70 unidades, o governo estadual conta com um programa para a reforma de 1,8 mil, desde pequenos reparos até grandes revitalizações, com investimento de R$ 620 milhões.

VALORIZAÇÃO - O Governo do Estado realiza outros investimentos na melhoria do sistema estadual de ensino e valorização do profissional da educação. Em dois anos, o governador Beto Richa autorizou aumento salarial de 34,85% para professores e pedagogos. O salário de ingresso do professor, com jornada de 40 horas semanal, é 33% maior do que o piso nacional. Também foram contratados 17.267 mil profissionais concursados e outro concurso foi aberto neste ano para selecionar 13.771 professores e pedagogos, somando mais de 30 mil novos profissionais no quadro próprio do Estado. 

O governo ainda pagou progressões e deu promoções que estavam atrasadas aos profissionais da educação. Mais de dois mil professores estaduais foram liberados para fazer cursos de pós-graduação, mestrado ou doutorado. Foram adquiridos 32 mil tablets para os professores. Cerca de 350 mil alunos da rede estadual têm contraturno, com ensino em tempo integral.

Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora