Prefeitos discutem Resíduos Sólidos em Toledo


Na tarde desta quarta-feira (22) prefeitos e representantes dos sete municípios participantes do Consórcio Intermunicipal para Gerenciamento de Resíduos Sólidos, além dos demais prefeitos de municípios convidados a aderirem ao Consórcio, participaram de um encontro, no Auditório Acary de Oliveira, na prefeitura de Toledo. A ação teve por objetivo discutir a formatação do Consórcio.

Criado em 2011, o Consórcio não obteve evolução. Com a obrigatoriedade por lei, que os municípios criem Aterros Sanitários em substituição dos “lixões” até 2014, outros municípios da região foram convidados a se juntarem ao grupo. Os novos membros possibilitarão um melhor rateio de custo para a manutenção do Aterro.

O Consórcio Intermunicipal de Resíduos Sólidos pretende criar um único Aterro Sanitário que atenda todos os municípios associados, da região. A localização do Aterro ainda não foi definida. Entre os principais fatores para a estruturação do projeto, está a viabilidade técnica, econômica e a logística.

Durante o encontro cinco empresas demonstraram suas propostas, para que os municípios possam decidir qual a melhor opção para atender a necessidade do conjunto. Participaram da apresentação a empresa Dextin Soluções Ambientais S.A. de São Paulo, a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), a Transportec de Curitiba, além das duas empresas cascavelenses, Paraná Ambiental e Annofreiltda.

Após as apresentações, os cerca de 50 participantes, entre prefeitos, funcionários públicos e iniciativa privada debatera amplamente o tema e a melhor forma de solução para o problema. Os representantes das empresas responderam os questionamentos dos participantes com relação aos diversos fatores implícitos no projeto.

Atualmente o presidente do Consórcio é o prefeito de Marechal Cândido Rondon, Moacir Froehlich que fez parte da antiga formatação do projeto. Segundo Froehlich a destinação dos resíduos sólidos precisa ser vista como prioridade pelos municípios. “Precisamos otimizar a vida útil do Aterro e aproveitar o máximo de lixo útil possível. Em Marechal 60% do lixo descartado poderia ser reaproveitado”.

Para o prefeito Beto Lunitti, a união dos municípios irá possibilitar um melhor desempenho na destinação correta dos resíduos. “Com o apoio e a participação dos municípios poderemos criar um espaço melhor e solucionar esse problema que as prefeituras enfrentam hoje”. O secretário de Meio Ambiente Leoclides Bisognin destacou a importância do projeto. “O próprio governo incentiva a criação dos Consórcios e sabemos que essa união é necessária para a viabilização do Aterro”.

Próximo Encontro

No dia 14 de junho, os prefeitos voltam a se reunir. O encontro deverá acontecer em Marechal Candido Rondon as 14h e terá como objetivo a tomada de decisões.

author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora