Comissão de Ética quer explicações de Afif sobre acúmulo de cargos

Luana Lourenço
Repórter da Agência
Brasília - O ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, terá que dar explicações à Comissão de Ética Pública da Presidência da República, por não ter se licenciado do cargo de vice-governador de São Paulo para assumir o posto no governo federal.

Afif tomou posse no último dia 9 e decidiu acumular os dois cargos públicos, abdicando do salário de vice-governador. O presidente da comissão, ministro Américo Lacombe, disse hoje (20) que enviou a Afif um pedido de informações sobre o que o ministro fará para gerenciar a permanência simultânea nas duas funções.

“Mandamos um ofício para que ele explique, primeiro, se renunciou aos vencimentos de um dos cargos. Eu sei que ele renunciou, mas queremos isso por escrito. Depois, se mantém gabinete de vice-governador e se abriu mão de prerrogativas decorrentes deste cargo. E, segundo, o que ele fará se houver vacância do cargo de governador ou impedimento temporário do governador [Geraldo Alckmin], se ele assume ou não assume”, explicou.

Guilherme Afif terá dez dias para responder aos questionamentos da comissão após ser notificado. “Queremos que ele responda a todas as questões. Depois vamos ver o que ele faz ou não faz. Vai ter que decidir se assume ou não assume”. A comissão vai aguardar as respostas de Afif para avaliar se abre procedimento preliminar ou toma outra medida em relação ao ministro.

Edição: Beto Coura

author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora