Capriles pede impugnação da eleição na Venezuela


Bogotá - Advogados e representantes do comando de campanha do candidato derrotado nas eleições presidenciais da Venezuela, Henrique Capriles, apresentaram hoje (2) ao Tribunal Supremo de Justiça (TSJ)  um pedido para impugnar o processo eleitoral de 14 de abril.
O advogado Gerardo Fernández  disse que o pedido contempla, não só a eleição do dia 14, mas todo o processo que ocorreu este ano, incluindo a campanha eleitoral que teve menos de 15 dias de duração.
"É um recurso que contempla tudo. Estamos pedindo a impugnação dos atos prévios ao dia da votação e denunciando todos os atos eleitorais vinculados", explicou o advogado, após entregar o pedido ao TSJ. Fernández informou que o pedido tem pelo menos 180 páginas e que a intenção "é demonstrar que o sistema eleitoral está viciado".
"Viemos pedir que sejam estabelecidos todos os direitos que tenham sido infringidos aos cidadãos. Vamos defender os eleitores que votaram no dia 14 de abril", destacou.
O advogado ressaltou ainda que apresentará provas de que a campanha eleitoral foi conduzida de forma desequilibrada e com abuso no uso de recursos públicos pelo candidato vitorioso e  presidente Nicolás Maduro. Ele também mencionou que o processo detalha as irregularidades detectadas no dia da votação, bem como depois, com as ameaças a trabalhadores que optaram por votar em Capriles. Fernández reforçou que a oposição esgotará todas as instâncias judiciais.
Capriles, que exerce o cargo de  governador do Estado de Miranda, havia anunciado ontem (1º), durante uma marcha de trabalhadores que pediria hoje a impugnação das eleições no TSJ. Ele também marcou uma entrevista coletiva no fim da tarde de hoje para falar sobre o processo encaminhado ao Tribunal.
Edição: Carolina Pimentel
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

Postar um comentário

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora