Richa inaugura novas instalações da Cotriguaçu em Paranaguá


 
O governador Beto Richa participou nesta segunda-feira (19), da inauguração das novas instalações do terminal portuário da Cooperativa Cotriguaçu em Paranaguá. A empresa investiu R$ 30 milhões para ampliar a capacidade do sistema de armazenagem (de 150 mil para 210 mil toneladas de grãos) e a área de descarga de grãos e modernizar o sistema administrativo. 

Richa reconheceu a contribuição da Cotriguaçu para o desenvolvimento econômico e social e para a geração de renda na região Oeste, onde a empresa formalizou recentemente uma parceria com a Ferroeste para construção de silos graneleiros e câmaras frias, em Cascavel. Ele disse que os investimentos da empresa demonstram que a administração estadual está no caminho certo. 

“Essa ampliação é a concretização de uma parceria e de uma aliança estratégica de longo alcance para o Paraná, que hoje tem um governo que não pratica o bullying contra o setor produtivo, mas que caminha lado a lado”, afirmou. “Estamos recuperando o estado a passos largos e os resultados começam a aparecer na educação, na saúde, na segurança e na infraestrutura. Deste governo vocês sempre terão respeito”, disse Richa. 

O governador reconheceu as dificuldades enfrentadas pelos produtores em razão dos gargalos logísticos do estado e disse que estão sendo feitos todos os esforços para por fim ao período em que, por falta de visão estratégica, o governo parou de investir na infraestrutura. Ele citou os projetos para construir uma ferrovia ligando o Mato Groso do Sul ao porto, os investimentos em curso em aeroportos e as negociações com as concessionárias de rodovias para retomar investimentos – como as obras já iniciadas na BR-277, em Cascavel, na região de Campo Largo e no contorno de Mandaguari, na BR-376, além das discussões para se chegar a uma tarifa mais justa. 

O diretor presidente do Conselho de Administração da Cotriguaçu, Dilvo Grolli, disse que esta data representa o início de uma aliança estratégica entre o governo e a iniciativa privada, para construção de um novo modelo de gestão e desenvolvimento que permita ao setor produtivo enfrentar os desafios da competitividade. “Juntos precisamos vencer os gargalos logísticos e a alta carga tributária, que estão corroendo a vantagem competitiva que o Brasil sempre teve em relação aos seus competidores internacionais”, disse Grolli. “Somente com uma aliança estratégica poderemos manter os mercados já conquistados e buscar novos mercados”, afirmou. 

Segundo Grolli, com o investimento de R$ 30 milhões a empresa vai melhorar os fluxos de entrada e descargas rodoviárias e ferroviárias e os fluxos de embarque, de forma a atender melhor seus clientes. O investimento compreende uma nova correia transportadora, novas moegas ferroviárias, um desvio ferroviário, ampliar a moega rodoviária, com tombadores de bitrens, um novo sistema de captação de pó; ampliação e novo desvio rodoviário capaz de atender até 50 caminhões simultaneamente. Os novos empreendimentos irão gerar 50 novos empregos diretos no terminal. 

A EMPRESA – A Cotriguaçu foi fundada em 1975 e desde 1977 mantém instalações em Paranaguá. É formada pelas cooperativas filiadas Coopavel, Copacol, C.Vale e Lar. Juntas estas empresas representam 29.500 agricultores associados e empregam diretamente 24 mil pessoas. O faturamento conjunto alcança R$ 7,4 bilhões e representa 27,5% do faturamento do sistema de cooperativas de produção do estado. 

O evento teve a participação de representantes das cooperativas filiadas Coopavel, Copacol, C.Vale e Lar, bem como associados, empregados e parceiros comerciais; dos deputados federais André Zacharow e Fernando Francischini; dos deputados estaduais André Bueno, Duílio Genari e Professor Lemos; do superintendente do Ministério da Agricultura no Paraná, Daniel Gonçalves Filho; do capitão-de-mar-e-guerra José Henrique Corbage Rabello, capitão dos Portos do Paraná; dos secretários de estado da Infraestrutura e Logística, José Richa Filho, e da Agricultura e Abastecimento, Norberto Ortigara; do superintendente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, Airton Maron, e seu substituto, empossado em seguida pelo governador Beto Richa, Luiz Henrique Dividino; do prefeito e do vice-prefeito de Paranaguá, José Baka Filho e Fabiano Elias, respectivamente; do vereador Junior Leite, representando a Câmara Municipal, entre outras autoridades.
Áudio:




  •  
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora