Implantação de UPS é aprovada por 92,2% dos curitibanos


A medida do Governo do Estado de implantar uma Unidade do Paraná Seguro (UPS) no bairro Uberaba, em Curitiba, foi aprovada 92,2% da população da capital. O dado foi apurado pelo Instituto Paraná Pesquisas, em levantamento publicado pelo jornal Gazeta do Povo na edição desta terça-feira (13/03), que revela que 78,7% dos entrevistados tomaram conhecimento da ação. 

A unidade foi oficialmente instalada pelo governador Beto Richa e pelo prefeito Luciano Ducci no último dia 8 de março, após uma operação que envolveu cerca de 500 agentes de segurança, entre policiais militares e civis e integrantes da Guarda Municipal. “A pesquisa revela que a população está atenta e valoriza o trabalho do poder público quando há uma ação efetiva em favor da sociedade”, disse o governador. 

A iniciativa atende uma das regiões com os maiores índices de violência da capital. Segundo Richa, o trabalho de segurança será complementado com a instalação de escola, creche, unidade de saúde e equipamentos de lazer. “O governo estadual vai apoiar todas as iniciativas que afastem a criminalidade e assegurem tranqüilidade aos moradores da região”, disse ele, lembrando que a sociedade civil também pode desenvolver projetos no local. 

A proposta do governo é implantar outras nove UPS em Curitiba até o final do ano, em parceria com a prefeitura, e também iniciar o projeto no interior do Estado, em locais que apresentem altas taxas criminalidade. “A UPS não é só policiamento. É uma política do Estado de ocupar localidades violentas e ofertar serviços públicos que ajudem a elevar a qualidade de vida das pessoas”, explica o secretário estadual da Segurança Pública, Reinaldo de Almeida César. 

Na unidade do Uberaba, 60 PMs especialmente treinados vão trabalhar permanentemente dentro do conceito de polícia comunitária. Cada um deles vai ser designado para atuar em uma determinada área do bairro, pela qual será responsável pelo atendimento direto às demandas da população. 

Para aproximar as forças de segurança da comunidade, os policiais vão percorrer as ruas e se apresentar aos moradores. Também farão um cadastramento de famílias e do comércio, para que possam ser acionados em caso de necessidade. O comando da unidade é da primeiro-tenente Caroline Costa, com supervisão da tenente-coronel Karin Krasinski, comandante do 20º Batalhão da Polícia Militar. 

AÇÕES DO ESTADO – O governo já confirmou a construção de uma nova escola estadual na Vila Audi/União, no bairro Uberaba, para atender 1.200 alunos. O projeto arquitetônico será feito pelo instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc). Serão 18 salas de aula, laboratórios, biblioteca e sala de informática. 

A Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social vai iniciar sua atuação na UPS oferecendo programas de capacitação e fazendo cadastramento de famílias que precisam ser apoiadas por programas de transferência de renda. 

O governo irá aumentar ainda os distritos policiais de 13 para 18, seguindo a regra de um para cada 100 mil habitantes. Também serão implantados 75 módulos policiais em Curitiba até o final de 2012. Serão um furgão, duas motocicletas e uma viatura, sendo todos os bairros da capital contemplados. 

A Prefeitura de Curitiba vai ampliar as ações, serviços e obras na região. "Somente na região das vilas Audi e União, estamos investindo mais de R$ 50 milhões em obras, mudando o perfil socioeconômico do que antes era um bolsão", disse o prefeito Luciano Ducci.
Áudio:
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora