Fernanda Richa recebe servidores de unidades de socioeducação


A secretaria da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa, reuniu-se nesta segunda-feira (12), em Curitiba, com diretores, educadores e servidores que atuam nos Centros de Socioeducação (Censes). Foram tratadas questões relacionadas à melhoria das condições salariais e do plano de carreira. Os centros são unidades de educação e reinserção social para adolescentes em conflito com a lei. 

Hoje, o Paraná conta com cerca de 1,3 mil servidores nas unidades destinadas ao atendimento de adolescentes em cumprimento de medida judicial. Cerca de 80% desses profissionais atuam diretamente na execução da medida e 20% fazem parte de equipes técnicas e de apoio. 

São 18 unidades de internamento e seis de semiliberdade destinadas à execução de medidas socioeducativas. As estruturas dos Censes, Casas de Semiliberdade e Núcleos de Atendimento Inicial (Nais) são bases de atenção que abrigam ou prestam atendimento a adolescentes em diferentes fases do cumprimento de medida judicial – seja no abrigamento, liberdade assistida ou prestação de serviços à comunidade. 

“Para atender a demanda, estamos abrindo concurso para mais 560 profissionais que atuarão nos Censes, conforme prevê o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase)”, informou Cláudia Foltran, coordenadora de medidas socioeducativas da secretaria. 

"Fico feliz por ver que a nossa relação se estreita a cada dia. O diálogo aberto e franco sempre pautou nossas ações e os princípios deste governo. Seja na prestação dos serviços ou na melhoria das condições de trabalho dos servidores", disse Fernanda Richa. 

"Há muito tempo não conseguíamos estabelecer esse contato direto e de respeito”, afirmou a técnica administrativa do Cense São Francisco e representante do grupo, Elizabeth do Rocio. 

INVESTIMENTOS – Desde 2011, o Governo do Estado investe fortemente no reforço e na qualificação do trabalho de socioeducação no Paraná. Estão previstos investimentos de mais de R$ 43 milhões (dos quais R$ 10 milhões já foram aplicados) na melhoria e construção de unidades destinadas ao atendimento de adolescentes em cumprimento de medida judicial. 

O conjunto de medidas também inclui abertura de concurso para a contratação de 560 servidores, a implantação de uma nova proposta sociopedagógica nos Centros de Socioeducação (Censes) e a qualificação e capacitação dos servidores. 

Na primeira fase, foram aplicados cerca de R$ 10 milhões em obras de reformas e melhorias, além da construção de duas novas unidades de semiliberdade. Até o fim do ano, serão aplicados mais R$ 33 milhões em obras de adequação e construção de novas unidades de Centros de Socioeducação (Cense), Núcleos de Atendimentos Inicial (Nai) e Casas de Semiliberdade.
Áudio:


author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora