Cohapar assina contratos para mais 28 casas na área rural


 
O Governo do Paraná, por meio da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), e a Caixa Econômica Federal assinaram nesta sexta-feira (16) contratos para a construção de casas com 12 famílias de agricultores rurais de Luiziana e 16 de Iretama, na região Centro-Oeste do Estado. As unidades habitacionais fazem parte do programa Morar Bem Paraná Rural e têm investimentos previstos de R$ 700 mil. 

“Esta assinatura é o resultado do esforço de muitas pessoas e demonstra o quanto o Governo do Paraná está preocupado em mudar a realidade dos que vivem no campo”, disse o gerente regional do escritório da Cohapar de Campo Mourão, Ricardo Widerski. 

A gerente geral da Caixa Econômica de Campo Mourão, Célia Furlanetto, afirmou que a parceria com a Cohapar é fundamental para o bom atendimento às famílias da área rural. “Juntos, podemos atender de forma mais ampla estes pequenos agricultores que dificilmente conseguiriam um financiamento convencional. Trabalhar com a Cohapar é ótimo, porque os funcionários têm grande conhecimento da área”. 

“Hoje é um dia de glória. Estou feliz da vida porque sei que finalmente vou ter um lugar para morar bem com a minha família”, afirmou o agricultor Joaquim Rodrigues dos Santos, 70 anos, de Luiziana. 

Em Iretama, José Honório Cavalari e a mulher tiveram de sair do sítio em que moravam porque a casa estava despencando. “Hoje, temos uma esperança renovada com esse contrato. Estamos loucos para voltar para o sítio”, afirmou José Honório. 

MORAR BEM PARANÁ RURAL – O programa Morar Bem Paraná Rural atenderá, nos próximos quatro anos, 10 mil famílias com casas novas e outras 4 mil com reformas e ampliações. É uma parceria entre a Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar), Secretaria da Agricultura e do Abastecimento, Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), Caixa Econômica Federal e Cooperativas de Agricultores. 

Os recursos, provenientes do governo federal, por meio do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), podem chegar a R$ 25 mil por casa, dependendo da renda familiar do agricultor. O Governo do Estado também pode entrar com subsídio para complementar a mão de obra.
Áudio:




  •  
author

União Agora

Seu Portal de Notícias, Brasil.

Receba atualizações do site por e-mail em sua caixa de entrada!

www.CodeNirvana.in

Copyright © UNIÃO AGORA | Notícias | União Agora Portal União Agora